Meu tratamento para acne sem Roacutan

Padrão

OBSERVAÇÃO 1: Não sou especialista, estou apenas compartilhando minha experiência. Antes de qualquer decisão, fale com seu médico (:

OBSERVAÇÃO 2: Você pode ter nojinho das fotos (: E está perdoado hehe Estou compartilhando porque sei que muitas pessoas passam pelo mesmo problema (:

OBSERVAÇÃO 3: Este post não é um publieditorial. Eu mesma compro todos os produtos mencionados, com meu próprio dinheiro, por recomendação dos meus médicos. As opiniões expressas aqui são minhas e adquiridas por experiência própria (:

oooi, gente! tudo bem? O post de hoje é pra você que não aguenta mais ver o rosto todo empipocado! Sim, já passei por isso – e é péssimo. Hoje já me considero livre das temidas acnes severas e quero compartilhar com vocês como essa liberdade aconteceu rs. O post terá quatro partes: como tudo começou, tratamento de inhame, meu tratamento, cuidados atuais. Simbora!

1)Como tudo começou

Captura de Tela 2016-01-29 às 17.21.31

Pois é, eu era feliz e não sabia hehe Minha adolescência foi livre de espinhas. Era no máximo uma aqui e outra lá…espinhas normais, daquelas que somem em poucos dias sem deixar rastro. Minha pele era mista, como a maioria dos brasileiros. Foi assim até meus 18 anos, quanto entrei pra faculdade e minha pele se transformou.

As espinhas começaram abaixo da maçã do rosto e foram se espalhando: testa, queixo, toda a bochecha…e tinha muito nas costas também. A grande questão é que essas espinhas eram as chamadas acnes severas, aquelas que duram semanas, são profundas, doloridas e sempre deixam cicatriz – mesmo sem cutucar. Minha pele se tornou um poço de óleo, de manchas, de caos kk.

Passei por diversos dermatologistas, tomei todos os antibióticos, testei todos os ácidos, usei todos os sabonetes, deixei de usar maquiagem…TUDO. E nada resolveu. Fiz ultrassom pra saber se tinha ovário policístico, mas não tinha. A única solução seria o famoso Roacutan (aquele medicamento que deixa a pele como bumbum de neném rs), mas sempre resisti. Afinal, além de ser um tratamento fortíssimo, eu sempre me preocupei com a questão gravidez. É claro que não pretendo engravidar tão cedo rs, mas quem me garante que os riscos não perduram ao longo dos anos? (Não sei se essa minha preocupação tem fundamento, pode ser ignorância minha rs mas enfim).

2)Tratamento de inhame

Quando já não havia solução para meu caso, fiquei sabendo de um tratamento para acne a base de inhame. Como eu já tinha tentado de tudo sem obter resultado, não custava tentar mais uma vez rs

O tratamento consiste em ingerir inhame diariamente. Então eu comprava um monte de inhame, lavava, descascava e cortava em cubinhos. Os cubinhos eu separava em porções e congelava. Cada porção equivalia a um copinho descartável cheio. Todos os dias, pegava uma porção do inhame e batia no liquidificador com qualquer coisa: açaí, leite com frutas, sucos… O importante é variar pra não enjoar.

O resultado desse tratamento é incrível! A pele acorda seca! Nada de oleosidade. E as espinhas diminuem demais! Tudo isso é consequência do poder depurativo do inhame, que limpa o sangue. Mas não pode deixar de tomar! Pelo menos três ou quatro vezes na semana!

Eu fiz esse tratamento por muito tempo, tomava diariamente, e senti muita diferença. O tratamento resolveu meu problema? Não, apenas amenizou. Mas o amigo que me recomendou, que tinha a pele igual ou pior que a minha, curou 100% a pele apenas com o inhame. Ou seja, varia de pessoa pra pessoa. Com certeza vale a pena fazer o teste! Se não resolver 100%, pelo menos vai aliviar muito e deixar sua pele sem óleo!

O único defeito desse tratamento é que chega uma hora que você NAOAGUENTAMAISVERINHAMENASUAFRENTE kk e foi o que aconteceu comigo rs Por isso é importante variar bastante nas receitas, pra não enjoar.

Captura de Tela 2016-01-29 às 16.12.13

3)Meu tratamento

Depois de enjoar do inhame, eu desisti de tentar qualquer coisa… Foi quando conheci uma dermatologista que mudaria a minha vida rs A Dra Querida sentou comigo, conversou e disse que resolveríamos meu caso de qualquer jeito. A primeira coisa que ela me explicou foi o seguinte: eu tentei todos os tratamentos possíveis. Se fosse pra esses tratamentos darem certo, já teriam dado. Não adiantava testar mais formulações. Embora eu tivesse feito o ultrassom (que não acusou ovário policístico) e exame de sangue (que também não acusou qualquer variação hormonal), era certo que a causa das minhas acnes era hormonal. Primeiro: porque nem sempre os exames são precisos/capazes o suficiente para detectar variações em nosso organismo. Segundo: porque se meu problema não fosse hormonal, tudo que tentei até aqui já teria dado certo.

Então a Dra Querida me receitou um anticoncepcional específico e disse que em quatro meses eu veria o resultado. Caso contrário, teríamos que partir para o Roacutan. Foi dito e feito… aos poucos minha pele foi secando, as espinhas desaparecendo e tudo voltando ao normal. E o melhor, sem precisar de Roacutan hehe

Juntamente com o anticoncepcional, ela me prescreveu um tratamento tópico com ácido, sabonete e clareador. Vou falar desses produtos na sessão 4, pois são os mesmos produtos que continuo usando até hoje.

Eu nunca havia usado anticoncepcional antes, e sempre tive consciência dos riscos que o uso do anticoncepcional pode trazer para a saúde da mulher. Por conta disso, interrompi o uso após 12 meses de tratamento. [Por essa mesma razão, não vou mencionar aqui o nome do anticoncepcional que usei, pois realmente acredito na importância da prescrição médica].

Hoje faz mais ou menos 5 meses que interrompi o uso do anticoncepcional. Posso dizer que as espinhas permanecem controladas e minha única reclamação é um pouquinho de oleosidade – nada que o inhame não resolva rs. As fotos abaixo são de hoje (:

Captura de Tela 2016-01-29 às 17.21.15

Outras duas reclamações que tenho são as manchinhas, que já diminuíram DEMAIS, mas que ainda não sumiram por completo; e as cicatrizes, que precisariam de um procedimento estético para serem removidas, como CO2, peeling, derma roller… essas coisas caras e doloridas hehe

Ah, a Dra Querida foi mencionada assim porque infelizmente faleceu durante o tratamento =/

4)Cuidados atuais

De modo geral, estou muito satisfeita com minha pele hoje! Pra quem já passou pelo que passei, sabe que os pequenos defeitos tornam-se irrelevantes rs Agora é só manter os cuidados. Os produtos que uso diariamente são os mesmo que a Dra Querida recomendou no início do tratamento. De todos os sabonetes/ácidos/protetores/etc que já havia experimentado, de fato esses são os melhores!

Ao acordar, lavo o rosto com o sabonete CLINDO que deixa a pele bem sequinha! Em seguida, passo o clareado BLANCY nas manchinhas e espero dar uma secada. Por cima, passo meu protetor da VICHY que tem FPS50 e cor, pra dar uma uniformizada no tom da pele – que fica meio vermelha por conta do ácido. Gosto também do protetor com cor da DERMAGE, que não coloquei na foto mas é mara! Ao fim do dia, tiro toda maquiagem com meu amado shampoo JOHNSON`s BABY, que uso para make da pele e olhos. Antes de dormir, passo o ácido EPIDUO no rosto inteiro (a quantidade para o rosto inteiro deve ser equivalente a uma ervilha).

Captura de Tela 2016-01-29 às 18.45.49

Bom gente, é isso rs Falei demais né! Mas são detalhes que fazem toda diferença! Espero do fundo do coração que minha experiência ajude vocês! Não deixe de compartilhar com aquele amigo que também tem problemas com acne! Um beijo grande e até a próxima (:

O que é o BCT? (Bacharelado em Ciência & Tecnologia)

Padrão

Oi, gente! Tudo bem? Nesse período de inscrição no sisu, vários de vocês têm me perguntado sobre o Bacharelado em Ciência e Tecnologia (BC&T). Resolvi então fazer um post bem detalhadinho pra esclarecer as dúvidas que surgiram. Ah, e só pra lembrar, esse é o curso que fiz para hoje estar cursando Engenharia Biomédica na Unifesp-SJC.

.

          Várias universidades hoje já funcionam com o sistema de BCT, um curso interdisciplinar projetado pra ampliar os horizontes do aluno. Porque assim… ao longo de sua carreira profissional, os problemas que esse aluno terá que resolver nunca serão puramente físicos, puramente computacionais, ou puramente biológicos.
Na vida real, os problemas não surgem separadamente como no ensino médio, em forma de disciplinas independentes umas das outras; na vida real os problemas são a própria integração das mais diversas áreas do conhecimento. Untitled2E é justamente por isso que é importante preparar o profissional desde cedo, para que ele saiba gerar soluções para os mais mixados desafios que lhe aparecerem. O BCT tem esse objetivo, um ensino interdisciplinar, um curso que vai ensinar biologia até para quem quer apenas programação; programação até pra quem quer apenas biologia; e assim por diante.
O curso BCT integra disciplinas das ciências biológicas, exatas e humanas e capacita o aluno
para a realidade.

          Muitos alunos do BCT acabam reclamando desse método interdisciplinar. Afinal, não é novidade p
ra ninguém que a galera de exatas quer fugir de biologia (e vice versa). Mas se esse é preço por um currículo diferenciado, que aceitemos o desafio!

.

          Funciona assim… você faz sua inscrição no vestibular/sisu para o curso de BCT e cursa por 3 anos esse bacharelado. O curso não inclui TCC ou Estágio, são apenas disciplinas. A grade do BCT pode variar de universidade pra universidade, mas de modo geral você precisa cursar uma quantidade ‘x’ de disciplinas pra se formar (o termo usado é ‘créditos’ ou ‘horas’). Algumas disciplinas você precisa cursar obrigatoriamente, e o restante é você que escolhe. Concluído o curso, você se forma e ganha seu primeiro diploma de ensino superior. Uma vez formado, o aluno tem a opção de encerrar a jornada BCTiana (e partir para o mercado de trabalho, ou para uma pós graduação, por exemplo), ou dar continuidade à jornada e ingressar no pós-BCT para se especializar.

.

Untitled          A transição BCT -> pós-BCT não exige provas. Você faz sua inscrição e torce pra seu CR (coeficiente de rendimento, que é sua nota geral no curso, baseada nas suas médias) te colocar dentro das vagas oferecidas para aquele pós-BCT na sua universidade.

Uma vez classificado, você inicia o pós-BCT (que vai durar mais um ou dois anos, dependendo do pós-BCT que você escolher, se é engenharia, licenciatura ou bacharelado). O pós-BCT inclui disciplinas, TCC e estágio. Aí você se forma e ganha seu segundo diploma de ensino superior. Estando formado é aquele mesmo esquema… você pode fazer um concurso, partir pra o mercado de trabalho, fazer um MBA ou começar um mestrado/doutorado.

.

          Quais são as vantagens do sistema BCT?

-Você tem mais tempo pra decidir qual engenharia/especialização você quer. Afinal, sua escolha oficial será só no terceiro ano. E nesse meio tempo você pode fazer disciplinas que tirem suas dúvidas na prática.

-Em três anos você já tem um curso superior, que pode inclusive ser usado em concursos, para vagas de níveis melhores.

-Como a maior parte das disciplinas a serem cursadas são escolhidas pelo aluno, ele pode montar uma grade bem variada, com disciplinas de diferentes áreas. Ou então focar apenas numa área para se aprofundar nela.

-Caso o aluno pretenda ingressar num pós-BCT e já saiba desde o início qual será,  ele pode montar a grade do BCT já com as disciplinas da área.

-Se você tiver interesse em se especializar em mais de uma área, nada te impede de fazer dois pós-BCT. Dessa forma você poderá ter, por exemplo, duas engenharias, sem precisar de 10 anos pra isso.

.

 A Unifesp-SJC oferece pós-BCT em:

-Eng Biomédica (2 anos);

-Eng de Materiais (2 anos);

-Eng Computação (2 anos);

-Biotecnologia (1 ano-bacharelado).

-Ciência da Computação (1 ano-bacharelado);

-Matemática Computacional (1 ano-bacharelado);

.

A UFABC oferece uma variedade maior de pós-BCT:

-Eng Biomédica;

-Eng Aeroespacial;

-Eng de Gestã0;

-Eng Instrumentação, Automação Robótica;

-Eng Ambiental e Urbana;

-Eng de Energia;

-Eng Informação;

-Eng Materiais;

-Ciências Biológicas (licenciatura);

-Física (licenciatura);

-Matemática (licenciatura);

-Química (licenciatura);

-Ciências Biológicas (bacharelado);

-Ciência da Computação (bacharelado);

-Física (bacharelado);

-Matemática (bacharelado);

-Química (bacharelado);

Neurociência (bacharelado);

.

          O método de ensino interdisciplinar tem sido tão bem sucedido, que fundaram inclusive o BCT para os cursos da área de Humanas. É o chamado BC&H, o Bacharelado em Ciências e Humanidades. A UFABC já oferece esse curso. E as opções de pós-BCH incluem:

-Ciências Econômicas (bacharelado);

-Filosofia (bacharelado);

-Planejamento Territorial (bacharelado);

-Políticas Públicas (bacharelado);

-Relações Internacionais (bacharelado);

-Filosofia (licenciatura);

.

          Como disse pra vocês, o sistema BCT é o sistema que eu mesma quis pra mim. Em 2015 conclui minha grade BCT e agora, em 2016, estarei iniciando o pós-BCT em Eng Biomédica. Entrei pelo sisu na Unifesp-SJC e sou muito feliz com o que ele tem me proporcionado (: Aqui embaixo vocês conferem a grade completa pra quem quer Eng Biomédica na minha facul. Os primeiros 6 semestres são compostos pelas disciplinas obrigatórias do BCT + as disciplinas da trajetória de Eng Biomédica. Os 4 últimos semestres são compostos pelo restante das disciplinas necessárias + TCC + Estágio. Lembrando que essa é a grade mínima sugerida. Mas eu poderia adicionar mais disciplinas ou mudar a ordem delas (respeitando o que for pré requisito de outra).

.

Captura de Tela 2015-09-17 às 20.45.01

.

          Ah, outra coisa, nesse post mencionei apenas Unifesp e Ufabc por estarem mais perto de mim. Mais já existem diversas universidades pelo país que trabalham dessa mesma forma. É só dar uma googlada para encontrar o que tem perto de você!

.

Espero que este post tenha ajudado. Um beijo e até a próxima =*

Quero engenharia mas não tenho afinidade com exatas. E agora?

Padrão

          Oi gente, tudo bem? Depois do vídeo que gravei sobre engenharia biomédica, recebi várias mensagens de vocês com dúvidas sobre o curso, a carreira e a vida universitária. Uma das perguntas que mais recebi foi justamente essa: me apaixonei pela engenharia biomédica mas não tenho afinidade com exatas, e agora? Conversando com uma das leitoras, acabei dissertando o que penso sobre o assunto e resolvi compartilhar aqui no blog. Espero que o texto ajude nessa fase tão difícil de escolha profissional (:
.
          Bom, eu sempre tive mais afinidade com a área de exatas… sempre gostei de matemática e me dei bem com física e química. No ensino médio essa facilidade toda não foi tão frequente rs afinal, os estudos pré vestibular desafiam qualquer facilidade de um estudante, neh rs E na vida universitária, as facilidades dos estudantes são ainda mais desafiadas… acredito que isso aconteça com todos os cursos.
.
          Sabe, não posso iludir vocês… um curso de engenharia tem muito cálculo e muita física. Química tem pouco, é mais o básico…. (a menos que você esteja cursando engenharias como química ou de materiais). Mas na biomédica não. É mais física e cálculo mesmo.. fora elétrica, eletrônica, computação etc (pra ver matriz completa do curso de eng biomédica na minha faculdade, é só clicar aqui).
 .
          Não sei se vocês já assistiram meu vlog de vida de estudante… mas o que falei no final do vídeo é a pura realidade… qualquer carreira/curso que você escolher terá tanto disciplinas e conteúdos com os quais você terá mais afinidade, como disciplinas e conteúdos que serão um desafio pra você.
 .
          Não existe nenhum curso que seja 100% matérias legais, matérias fáceis e, muito menos, matérias animadoras. Sempre vai ter o lado negro da matriz com o qual nos desanimaremos.
Então você precisa colocar na balança seus sonhos e ver quais desafios você está disposto a enfrentar por eles.
.
          Quando escolhi a engenharia biomédica, eu sabia que teria que enfrentar disciplinas de elétrica e computação, duas áreas que pra mim eram um universo totalmente desconhecido e assustador. Mas meu desejo de seguir essa carreira era maior que meu receio e dificuldade nessas disciplinas. Então entrei de cabeça e assumi o risco. Tive dificuldades, não fazia ideia do que os professores estavam falando em aula, reprovei algumas vezes, mas me esforcei e no final deu tudo certo. Pra vocês terem uma ideia, peguei tanto gosto por programação que hoje penso em fazer tcc nessa área, acredita? rs
.
          O que a gente precisa ter em mente é que qualquer carreira terá desafios e facilidades. Então se for pra enfrentar desafios, que seja em busca dos nossos sonhos. O que não podemos é escolher uma carreira só porque ela é mais fácil que outra. Porque até nas carreiras mais fáceis encontraremos desafios. Já pensou que desanimador enfrentar desafios em busca de um alvo que não faz nosso coração bater mais forte /:
 .
          Eu compreendo totalmente a dificuldade que é a escolha de uma carreira. Em pouco tempo você precisa interpretar Dom Casmurro, saber trigonometria e ainda escolher a carreira que você quer seguir pelo resto da sua vida. Pelo amor de Deus! Você nem sabe se quer uma carreira. Depois de um ano tão estressante você só quer viver das coisas que a natureza dá. A última questão do enem bem que poderia ser a escolha da sua faculdade, pra um anjo te passar a cola de qual alternativa é a certa. kk
.
          Brincadeiras a parte, eu prestei 7 vestibulares, cada um pra um curso. PENSA! Nessa fase a gente mal entende o que exatamente se faz em cada curso, imagina escolher um deles (é tipo fazer prova de inglês kk). Meu conselho? Tenho três!
.
1-Pare e pense. Se fosse pra você sentar num sofá e assistir um documentário sobre qualquer assunto. Qual assunto seria? Se você estivesse numa biblioteca, procuraria livros sobre qual tema pra passar o tempo? Quais matérias você mais gosta de estudar no colégio? As respostas dessas perguntas podem ser pistas interessantes sobre o curso que mais tem a ver com você.
 .
2-Pesquise o máximo que puder. Fale com professores, profissionais, estudantes; veja vídeos, leia matérias, especule o máximo que puder. Você precisa ampliar seu leque de opções e ampliar sua compreensão sobre cada opção. Só assim poderá ter uma escolha bem fundamentada. Caso contrário, você corre o risco de chegar na faculdade e descobrir que o curso não era nada do que você imaginava. Ou então riscar da lista de opções um curso que, na verdade, tinha tudo a ver com você.
.
3-Ore e confie. Sei que hoje em dia muitas pessoas desconsideram a possibilidade de viver pela fé. Talvez você mesmo não acredite em nada. Mas mesmo assim vou compartilhar minha experiência. Nessa vida você tem inúmeras opções pra tudo…estudos, carreira, família… Em meio a tantas opções eu me vi perdida inúmeras vezes, sem saber qual caminho escolher. Mas eu decidi ter fé. Fé de que existe um criador que me formou com uma personalidade, com facilidades, qualidades, defeitos e dificuldades. E nesse compilado todo, ele tinha um único propósito, me fazer feliz do jeito que sou. E assim foi com todo o mundo. As pessoas podem seguir dois caminhos: tentar viver a vida por si mesmas; ou pedir pra esse criador guiá-las, afinal ele sabe qual é o melhor caminho pra cada pessoa. Quando pedimos pra Jesus nos guiar, ele vai dirigindo nossas vidas com o único propósito de nos fazer felizes. Isso não significa que não enfrentaremos dificuldades, afinal nessa vida podemos esperar de tudo. Mas significa que a medida que formos caminhando, vamos olhando pra trás e percebendo o cuidado dele. E tem sido assim comigo.
 .
          Bom gente, já falei demais neh? Vou parar por aqui…mas vocês já sabem…caso tenha ficado alguma dúvida, é só me procurar nas redes sociais. Posso demorar, mas sempre respondo (: Eu desejo do fundo do coração que vocês façam a escolha certa e sejam profissionais incríveis!
 .
Um beijo enorme e até breve =*

Desenvolvendo uma órtese

Padrão

Oii gente, tudo bom? No último vlog, contei pra vocês que estava fazendo uma disciplina chamada Sistemas Mecânicos e que, mais tarde, compartilharia com vocês um trabalho que estávamos desenvolvendo nessa disciplina. Pois bem, chegou a hora.

Nós desenvolvemos uma ‘Órtese elástica para suspensão do joelho de pacientes com Lesão Medular Traumática (LMT)’. Como assim? Muitas pessoas, por doenças degenerativas, acidentes ou outras enfermidades, acabam lesionando a medula. Dependendo da lesão, a pessoa pode ter o movimento de suas pernas comprometido. É muito comum a pessoa perder a força pra levantar a perna, e precisar arrastá-la pra conseguir andar.

Nesses casos, a pessoa tem duas opções: ter muito dinheiro e investir numa das poucas e caras órteses que existem no mercado (que além de feias, nem sempre funcionam para todo paciente), ou aceitar essa condição e levar a vida.

E aí entra a maravilhosa Engenharia Biomédica e seu poder de solucionar problemas da medicina! Mas antes de tudo vamos esclarecer o que é uma órtese.

Próteses e órteses são dispositivos médicos que têm a função de recuperar alguma função do corpo humano que, por alguma razão, foi perdida. Mas elas têm uma diferença importante entre si: as próteses substituem órgãos ou membros, enquanto que as órteses apenas auxiliam o funcionamento de órgãos ou membros.

Por exemplo, se uma pessoa perdeu o braço, ela vai precisar de um braço mecânico para SUBSTITUIR o membro perdido. Nesse caso, o braço mecânico é uma PRÓTESE, por fazer o papel do braço.

Mas, se a pessoa está com tendinite nesse braço, ela vai precisar de uma munhequeira para AUXILIAR o funcionamento do membro. Nesse caso, a munhequeira é uma ÓRTESE, por funcionar em conjunto com o braço.

Agora que já estamos esclarecidos, vamos ao mais legal da história! hehe O vídeo é o documentário oficial de nosso trabalho, aquele usado para a avaliação da professora e tal, então está tudo bem explicadinho. Mas se restar alguma dúvida, vocês já sabem, é só me perguntar.

12395175_10153087182871595_172632345_n

Grupo e tio Robinson no dia da apresentação do trabalho

AAh, antes de acabar, queria só esclarecer um detalhe: nossa órtese teoricamente é para pacientes com LMT. Mas, na verdade, a órtese é para qualquer paciente que tenha a dificuldade de suspender a perna na hora de caminhar. Exemplo disso é o caso do tio Robinson, o paciente do vídeo, que é vítima de outra doença, mas apresenta essa mesma dificuldade de suspender a perna.

Foi demais colocar a mão na massa e aplicar nosso aprendizado na construção de algo real. Estamos muito felizes com esse trabalho e mais felizes ainda com a possibilidade de ajudar pessoas!

Espero que tenham gostado. Um beijo e até a próxima!

Como é o mercado de trabalho para o Eng Biomédico?

Padrão

Essa é uma das perguntas que mais recebo! rs Como ainda não tenho experiência no mercado de trabalho, resolvi trazer essa resposta através de alguém com mais bagagem e propriedade. Este é o Prof Sérgio Mühlen, prof da Unicamp e Presidente da Sociedade Brasileira de Eng Biomédica.  Espero que gostem. Um beijo (:

Como é cursar Eng Biomédica?

Padrão

Ooooi gente, tudo bem? Criei coragem e gravei meu primeiro vlog haha Confesso que falei mais do que deveria kk mas ta valendo (: Espero que gostem!

Links sobre meu grupo de pesquisa:

instagram: @biomecanicaeforenseunifesp

youtube: https://www.youtube.com/channel/UCfMU_lReiz3F3mBMnONvYbg

facebook: https://www.facebook.com/biomecanicaeforenseunifesp/?fref=ts

programa Mão3D (projeto do grupo envolvendo prótese de mão para crianças): https://www.facebook.com/Mao3D/?fref=ts

Tudo sobre Engenharia Biomédica

Padrão

Yeeey um dos vídeos mais especiais do canal acaba de ir ao ar!!! Como vocês sabem, eu curso Engenharia Biomédica e sou apaixonada por esse tema! Como sei que muuita gente tem curiosidade de conhecer um pouquinho desse universo, resolvi gravar um vídeo falando tudo que você precisa saber sobre Eng Biomédica.

Como disse no vídeo, aqui vai a matriz curricular desse curso na minha faculdade, que é a Unifesp:

Captura de Tela 2015-09-17 às 20.45.01

Bolo (não necessariamente) de limão

Padrão

DSCN0091DSCN0088 DSCN0113

Oi, meu povo!!! Tudo certo?? Nosso quarto vídeo para a semana de estréia no Youtube eh essa belezura: um bolo macio que vai com tudo, e que neste vídeo é servido com um creme incrível de limão.

Deixo aqui a receita completa pra facilitar a vida. Ah, lembre-se, caso queira um bolo maior, é só dobrar a receita!

Massa

2 ovos

3/4 de xícara de açúcar

1 xícara de farinha de trigo

1/2 colher de fermento químico em pó

1/2 xícara de leite

1/2 colher de sopa de margarina/manteiga

Cobertura

1 lata de leite condensado

Suco de 2 limões

Raspas de limão

DIY de organização: calendário tipo quadro branco

Padrão

Cada dia que passa é mais compromisso que a gente tem que guardar na cabeça. Como sou das antigas, não me contento com o aplicativo Notas do celular hehe tenho que ter o calendário ali, com tudo anotadinho, pra eu não esquecer nada rs.

Hoje trago pra vocês um passo a passo bem simples mas muito funcional: um calendário de parede que funciona como quadro branco, pra você apagar e escrever seus compromissos quantas vezes quiser (:

Como disse no vídeo, aqui está o calendário pronto pra download: Calendário

Vamos assistir?

***Os calendários prontos que apareceram ao longo do vídeo pertencem aos seguintes sites:

http://batomcomsabor.com

http://1.bp.blogspot.com

http://naomemandeflores.com/

http://michelzbinden.com/

https://steinerthings.files.wordpress.com/

http://4.bp.blogspot.com/

http://subexplicado.com/

Gratinado de frango, milho e bacon

Padrão

Yeeey, nosso segundo vídeo já está no ar!! É a receita de um prato AMAZING, perfeito pra conquistar a sogra (;

DSCN0082DSCN0095DSCN0094

DSCN0103

Os ingredientes não têm uma medida certa, é meio no olho…vai depender de quantas pessoas você vai servir. Mas não se
apegue às quantidades, nesse caso não vai causar grande estrago hehe

A filosofia é: refogue o frango, frite o bacon, bata o milho com creme de leite, misture tudo e gratine! Ficou confuso? rs Então corre para o youtube que eu explico o passo a passo pra você!